08/10/2009 by

irritado

Um dia desses precisei desmarcar um compromisso de última hora, coisa que não gosto de fazer, mas foi preciso nessa ocasião.

Sei que esse tipo de ação atrapalha a vida das pessoas, mas em alguns momentos você se vê obrigado a agir assim e acaba fazendo.

A pessoa com quem desmarquei foi educada, mas fez mil perguntas e insistiu que eu fizesse o possível para comparecer, mesmo eu deixando claro que não seria possível.

Mas o pior foi a frase que tive que ouvir: “Quando for assim, avise com antecedência.”

Mas peraí… eu estava avisando! Não foram 5 minutos, foram horas de antecedência!

Não gostei de levar essa bronca “delicada” e injusta!

Agora me diga: como é que faz para ignorar, para não se irritar com esse tipo de “coisinha”? Eu ainda não sei…

Doce (e delicioso) pecado!

06/10/2009 by

Frozen Nutella do America

Sim, existem situações em que pecar pode ser delicioso e valer muito a pena.

O Frozen Nutella do America é um desses pecados que eu super indico (“superqualquercoisa” é a nova gíria do momento.)

Trata-se de um frozen iogurte natural, com calda de frutas vermelhas e Nutella… sim, muita Nutella. NhamNham!!

É uma delícia gastronômica, vai por mim! ;-)

Seu Jorge

28/09/2009 by
Show Seu Jorge

Show Seu Jorge

 

Vocês acharam que nós tinhamos desistido do blog?

Se enganaram.

Foi apenas uma pequena ausência devido à falta de tempo e outros pequenos problemas.

Para marcar a ressurreição deste blog, escrevo sobre algo que a algum tempo seria improvável que fosse de minha autoria.

Conforme já comentei aqui antes, passei a valorizar mais a oportunidade de conhecer e experimentar coisas novas, e seguindo esta linha resolvi aceitar uma proposta feita pela Andréa a mais ou menos duas semanas.

Estava no trabalho quando recebo uma mensagem me convidando para um show do Seu Jorge. Já tinha ouvido algumas músicas dele, mas talvez não o suficiente para ir a um show, mas como o preço era razoável e ele não toca nada que vá contra os meus princípios resolvi topar.

Valeu a pena!!

O Show fazia parte da turnê do disco América Brasil, que para quem gosta de uma boa música brasileira, eu recomendo.

O Seu Jorge é um baita artista. Ótimo cantor, sabe se comunicar com a platéia sem fazer média, mas demonstrando muita atenção e respeito com aqueles que pagaram para vê-lo.

A banda que o acompanha (Conjuntão Pesadão), recheada de metais, percussão e outros instrumentos como gaita, guitarra e baixo, é um capítulo a parte. Os caras esbanjam técnica e animação colaborando muito para o bom andamento do show e a animação da platéia.

A notícia ruim, é que as datas para São Paulo eram somente neste final de semana, mas para que vocês não fiquem tristes, deixo aqui um vídeo que tirei do blog do Seu Jorge com um trecho do show.

Eu e meu fogão

10/09/2009 by

Fogao

Outro dia limpei meu fogão depois de preparar um almoço simples e rápido para alguns amigos. Estranhei a sujeira que fiz porque não costumo suja-lo quando cozinho, mas dessa vez fiz a maior sujeira! Talvez pela pressa, ou por estar cozinhando para pessoas que ainda não tinham experimentado a minha comida, ou por não estar fazendo nenhum prato delicioso como eu gostaria quando recebesse pela primeira vez minhas novas amigas queridas.

Eu tenho rituais, os meus rituais, e receber quem é especial para mim é um deles. Minha casa é meu castelo, sem ponte levadiça, com um rei e uma rainha que estão mais para bobos da corte, mas no nosso reino, quem adentra é porque é especial.

Voltando ao meu fogão… eu não limpo fogão, ponto. Aprendi a cozinhar sem fazer sujeira porque tenho pavor de limpar aquelas tampinhas, sem falar que ele nunca fica brilhante igual a quando a faxineira limpa, uma vez por semana. É claro que sou higiênica e dou “um talento” sempre que necessário, mas aquela limpeza de deixa-lo brilhando, isso não é para mim. Ou não era.

O caso é que hoje, limpando o fogão, pensei em como eu tinha sujado tanto e lembrei das amigas queridas. Dei risada lembrando das coisas que falamos, lamentei o amigo ausente e pensei na falta que ele fez, fiz planos para visitas futuras. Tudo isso enquanto esfregava a esponja com detergente para tirar aquela sujeira.

Vim com o perfex retirando toda a espuma e pensei que a sujeira tinha ido embora, mas agora eu precisava deixa-lo brilhante, porque seria desaforo eu não conseguir!

Passei o papel toalha para secar a umidade deixada pelo perfex e então ele estava brilhante novamente. Lavei as tampinhas, sequei e coloquei no lugar. Fiz o mesmo com as grades, aquelas que apoiam as panelas.

Quando dei a última conferida, toda feliz e orgulhosa do meu feito, percebi que ele, mesmo brilhante, tinha marcas. Eram arranhões das esponja ou quem sabe da palha de aço, as tampinhas tem queimados que já não saem mais e até mesmo o painel já não é tão branquinho. Cheguei perto e vi que não se trata de sujeira, mas das marcas que o uso deixaram.

Tenho esse fogão desde que casei, faz 5 anos e pensei em quanta coisa gostosa já preparei ali com os mais diversos propósitos: jantares românticos, celebrar datas especiais, aniversário de gente que amo, dia das mães, dia dos pais, recepção de amigos, natais, páscoas, ou mesmo qualquer coisinha rápida porque a comida era o que menos importava… vi momentos especiais passando.

Aí pensei na minha vida, em mim. Eu estava ali, naquele fogão. Eu sou assim mesmo, cheia de marcas do tempo, dos anos, da entrega à pessoas especiais, dos erros, dos acertos, das escolhas. Eu tenho marcas que já não saem mais, que fazem eu ser assim, relusente e marcada como o meu fogão. Talvez eu precise de um pouco de choro no lugar do detergente, de amigos no lugar do perfex, do meu amor, no lugar do papel toalha mas, no fim das contas eu tô aqui marcada e brilhante!

Depois disso, tive certeza que é assim é que é. A gente cai, esfola, machuca, fica marcado, mas depois, cada um a sua maneira, brilha de novo! E o melhor de tudo, continua pronto a viver coisas novas, a se arriscar de novo ou, no caso do meu fogão, a preparar novos pratos e alimentar mais gente querida!

Unhas no capricho! ;-)

07/09/2009 by

Nesse fim de semana tive um ataque de manicure e fiz, eu mesma, minhas unhas.

Fazia séculos que não tinha um surto de paciência e boa vontade para cuidar sozinha das minhas mãozinhas.

Como o resultado ficou muito melhor do que eu esperava, resolvi atacar de unhas vermelhas (ui!).

Fui de Preguiçinha, da coleção Sete Vermelhos Capitais da Risqué, que eu adorei!!

Quem me aguenta assim, tão pheeena e metida a besta, hein?? ;-)

DSC01292 cópiaDSC01293 cópia

Feriadão… coisa boa!

04/09/2009 by

E lá vem feriadão…

Já pensou no que fará nos próximos 3 dias?

Vai viajar, passear na sua cidade, trabalhar, resolver pendências, descansar, estudar ou um pouco de cada coisa?

Bem, aqui no maravilhoso mundo dOs Alves não temos planejamento fixo, mas já programamos 2 passeios culturais.  Se estiver em SP, talvez possa curtir também!

O primeiro será um cineminha básico… Estou doida para assistir Budapeste.

O outro será a ida à exposição Cuide de Você  da artista Sophie Calle, lá no Sesc Pompéia. Além de ser uma exposição com uma temática bem “curiosa”, é grátis! Ó que coisa boa! Mas se quiser ir, corra! Termina nesse feriado.

Bem, sem grandes planos, mas com muita vontade de curtir um feriadão bem gostoso, relaxante e produtivo (por que não?) eu vou ficando por aqui…

Agora só semana que vem!! =)

Aproveitem o quanto puderem!

S2 Simplicidade do amor… S2

02/09/2009 by

Quando vi esse vídeo no UoD não resisti, tive que postar aqui também!!

Isso só porque o amor é lindo e eu sou doente apaixonada por Post-it dos mais variados tamanhos, tipos e cores!!

Vê aí se não é fofo mesmo!

s2 Beijos com amor! s2

O lado bom da crise.

31/08/2009 by

dinheiro2

Assunto muito comum nos últimos meses a crise tem sido motivo para muito falatório por todos os cantos do país.

Uns acham que ela não existe, outros acham que o Brasil não dura nem mais um ano.

Acima disso tudo eu tenho um grande agradecimento a fazer à essa tal de crise.

Explico.

Com o país em crise, somos forçados a gastar menos, afinal é feio gastar muito em época de crise. Com isso consegui controlar melhor meu cartão de crédito.

Com esse bicho feio solto por aí, precisei ficar mais em casa e deixar de comer fora. É meio chato ver tanta gente passando necessidade perante a crise e eu comendo fora.

Saindo menos de casa e segurando o cartão de crédito, claro que passei a comer menos e fiz até o meu VC (Vale-Coxinha) de R$10.00 render mais. Meus almoços passaram a se basear em muita salada e pouco carboidratos, me fazendo emagrecer. Já foram mais ou menos 6 ou 7 quilos em aproximadamente 3 meses.

Na empresa não temos mais café gratis. Quer café? Pague R$0.75. Com isso, passei a conversar menos e trabalhar mais, o que em teoria faz meu trabalho render.

Novamente devido à crise, a empresa cortou o aumento por mérito e deixou somente o dissídio que até o momento não saiu. Com isso, diminuiu meu poder de compra. Decidi aplicar essa redução no combustível do carro, pois dessa maneira, colaboro com o meio ambiente.

Em resumo, a crise me ajudou a gastar menos, perder peso, trabalhar mais, dar mais valor para a comida caseira e até colaborar com o meio ambiente.

Faça você tamnbém sua homenagem a nossa amiga crise, afinal o que seria de nós sem ela??

Congratulazioni Palestra

26/08/2009 by

1916

Antes de mais nada quero deixar claro que não sou fanático por futebol. Um dia já fui.

Assistia campeonato alemão, italiano, inglês, japonês e o que mais estivesse passando na TV. Até o velho Desafio ao Galo eu assistia.

Por outro lado, quero deixar claro uma outra coisa. Eu sou fanático pelo Palmeiras, ou como gosto de dizer, o Palestra.

Não sou esse fanático comum. Esse que briga com os amigos, que sai na porrada pelo seu time. Não. Definitivamente eu não sou esse tipo de fanático.

1942

Meu fanatismo é diferente. Aliás desculpem-me os leitores desse post, mas ser palmeirense é diferente.

Sei que cada torcedor também pensa isso de seus times, mas lamento informar que ser palestrino é realmente diferente.

Ser palestrino é saber que seu time foi formado como se formou por exemplo a cidade de São Paulo. Por imigrantes vindos de toda parte da Itália começar uma vida nova em nosso país. (Apesar de não ter um sobrenome italiano, tenho muitas características desse povo. Sou barulhento, tenho coração mole e amo minha familia :-D).

Ser palestrino é ter sangue quente. É defender suas origens com unhas e dentes mas depois de todo aquele alvoroço fazer festa com os amigos.

Ser palestrino é ter orgulho de vestir a camisa esmeraldina e sair na rua como se fosse a celebridade do momento.

Ser palestrino é simplesmente ser palestrino. É ter honra. É se orgulhar de ser diferente. É achar defeito em tudo, mesmo no que gosta.

19141

Ser palestrino é ficar emburrado porque o Palmeiras ganhou mas jogou mal.

Ser palestrino é xingar um jogador na quarta-feira e depois endeusá-lo no domingo por ter feito três gols em nosso principal rival.

Ser palestrino é odiar o adversário durante o jogo e mesmo durante o jogo saber que ele é só um adversário.

Ser palestrino é sensacional!!! Eu recomendo!!

Gosto de uma frase dita por Milton Neves para definir o futebol: “O futebol é a coisa mais importante dentre as menos importantes”. Concordo com ele, mas como falei no começo, não sou fanático por futebol, sou fanático pelo PALMEIRAS.

1959

Hoje, 26 de agosto de 2009 o meu Palestra, a Sociedade Esportiva Palmeiras fundada em 1914 completa 95 anos de existência, e com essas palavras escritas meio que sem pensar mas muito sinceras, faço a minha homenagem a esse time cheio de história e tradição. Time de Ademir da Guia, Dudu, Marcos, Evair, Edmundo, Luís Pereira, Emerson Leão e principalmente da “Torcida que canta e vibra”.

Miojão Rapidão! – Da série “Eu gosto de fazer rapidinho”

25/08/2009 by

Meus almoços costumam ser vapt-vupt.

Normalmente estou sozinha em casa, quero comer algo com “nutrientes”, gastar o mínimo de tempo no preparo e sujar o mínimo de louça.

Então estou dando início a uma série de posts que chamarei de “Eu gosto de fazer rapidinho” com receitas possíveis de serem preparadas rapidinho (óbvio, né?)

Já confidenciei que o miojo é meu amigo, né? Só que eu não aceito bem aquele jeitão dele de sopa fuleira, com aquele caldinho fraco e com cara de água suja.

Mas, como somos amigos, eu adapto de lá e de cá e ele fica bonitão e gostosão e eu alimentada e satisfeita.

Enfim, vamos à prática, rápida e econômica (tempo e custo) receita de miojo reforçado, com fotos porque eu sou mesmo muito legal! ;)

Corte um pedaço pequeno de cebola em cubinhos, outro pedaço pequeno de abobrinha italiana e meio tomate com pele e semente (porque você tá com pressa e preguiça) e coloque para refogar (dar uma breve “fritadinha”) com um pouco de azeite ou óleo e os temperos que você quiser, como por exemplo: orégano, sal (pouco, o miojo já tem sal), salsinha, temperos prontos, pimenta (eu coloquei gotinhas de Tabasco), etc… *você pode colocar mais coisas como pimentões e azeitonas e incrementar como quiser.* 

Refogado de Legumes

Enquanto a misturinha refoga você pega um potinho que possa ir ao microondas, coloca o miojo com o tempero e cobre com água. Potência alta, 1 minuto e 30 segundos, aperta o start. (é só seguir as instruções do pacote) Vai no fogão e dá uma mexida na misturinha para não grudar ou queimar. Quando o microondas “apitar” você mexe o miojo e coloca mais 1minuto e 3o segundos. Pega um prato fundo e desliga o fogo da misturinha.

Miojo

Microondas “apitou”, o miojo tá pronto. É hora de escorrer o dito cujo: Pegue um garfo e, com calma e cuidado, vá escorrendo aquela água que o fabricante chama de caldo. O procedimento é simples e com o tempo você pega mais prática. Coloque o miojo escorrido na panela com a misturinha e misture tudo! 

Miojo escorrido 

Arrume bonitinho no prato e mande para dentro!!

Rende uma “pratada” ou 2 pratos para pessoas civilizadas. (tudo depende de quanto legumes você misturar ao miojo). Nessa foto não está a porção toda, ficou mais um pouquinho na panela.

O tempo de preparo a partir do momento em que abri a geladeira para pegar os ingrediente até sentar para comer foi de 17minutos. =)

Miojao Rapidao

Ah! Lembra que tinha que sujar pouca louça? Então, isso foi tudo o que sujei para preparar esse prato tão elaborado! (hehehe) Fala sério, em 5minutos tá tudo lavadinho, né?

Louça Suja

Como falei no começo, é jogo rápido para dias de pressa + preguiça e com o mínimo de nutrientes para uma comidinha digna de ser chamada de almoço.

E aí, qual é a sua receita de miojo rapidinho? ;)